Drop files to upload.
Faithlife Corporation

O Espírito Santo de Deus

Notes & Transcripts

CURSO BÁSICO DE TEOLOGIA

LIÇÃO 9

O ESPÍRITO SANTO DE DEUS

Aula 1  -     A PRESENÇA INTERIOR DO ESPÍRITO SANTO

I.       Quando é que recebemos o Espírito Santo?   (Atos 2:38; 5:32)

-    No ato do batismo nas águas, recebemos o perdão dos pecados, ou seja, a salvação, e o dom do Espírito Santo. Esse dom, ou seja, esse presente de Deus é o próprio Espírito Santo habitando na vida de cada cristão e isso não deve ser confundido com os dons milagrosos do Espírito Santo.

-    1 Co 12:7-11, Rm 8:9-11

II.    Por que é dado o dom do Espírito Santo?    (Ef 1:13-14)

A.          Um selo  Ef 1.13   - Antigamente selavam-se as cartas importantes com cera.  A cera era esquentada e imprimida com a marca de um anel especial do escritor.  O Espírito Santo é a impressão de Deus em nossas vidas, provando que somos filhos dEle. (Gl 4.6-7)

B.           Um Penhor - Efésios 1.14   - O penhor é uma garantia, um sinal pago para segurar algo até o resgate ou libertação final.  Deus nos dá o Espírito Santo como uma garantia de que também nos dará a vida eterna depois desta vida.

III.   Como o Espírito Santo ajuda o Cristão?

A.      Conforta - Atos 9.31 - Na hora da provação, sabemos que Deus não nos abandona.  Com o Espírito Santo em nosso coração, sentimos conforto e força.

B.       Fortalece - Efésios 3.14-21 - Com o Espírito Santo fortalecendo o nosso homem interior, temos a força para vencer.  "Tudo posso naquele que me fortalece." - (Fp 4.13)

C.       Transforma - 2 Coríntios 3.18 - Quanto mais olhamos para Cristo e seguimos os Seus passos, mais o Espírito Santo nos transforma na imagem dEle.  (Ef 5:18-21)

D.      Purifica - Romanos 8.12-13 - É pelo Espírito que vencemos os maus desejos do corpo.
(1 Co 10.13)

E.       Guia - Romanos 8.14-17 - Uma maneira pelo qual o Espírito Santo guia o cristão é pela palavra, sua espada (Ef 6.17).  Quando obedecemos a palavra, estamos sendo guiados pelo Espírito Santo.

F.        Assiste na Oração - Romanos 8.26-27 - Muitas vezes oramos sem saber o que dizer ou pedir.  Ficamos angustiados sem ter condições de verbalizar o que sentimos.  O Espírito Santo leva estes sentimentos diante de Deus, expressando claramente os nossos desejos.

IV.  Conclusão

A.      Se você é um cristão, o Espírito Santo habita em você.  Fique alegre por saber que você é privilegiado por Deus.  O não-cristão não tem o Espírito Santo.

B.       Aja como um portador do Espírito de Deus e não como um seguidor do mundo.  Arrependa-se de todos os seus pecados e cultive o fruto do Espírito Santo na sua vida.

Aula 2   -  O BATISMO COM O ESPÍRITO SANTO

A expressão "batismo do Espírito Santo" nunca aparece no Novo Testamento.  Uma forma ou outra da frase "batizar com o Espírito Santo" aparece somente seis vezes:  (Mt 3.11; Mc 1.8;
Lc 3.16; Jo 1.33; At 1.5; 11.16).

          I.      Profecia Sobre o Batismo c/ o Espírito Santo - Mateus 3.11-12;  (Mc 1.8; Lc 3.16; Jo 1.33)

A.       “Ele vos batizará” -   O batismo com o Espírito Santo seria administrado por Jesus e não por mãos humanas.

B.       “Com o Espírito Santo” - João Batista estava falando a uma audiência mista de discípulos e inimigos.  Alguns na audiência receberiam o batismo com o Espírito Santo.

C.       “E com fogo” - Os inimigos de Jesus receberiam o batismo com fogo,  quer dizer,  seriam destruidos (3.12).

        II.      Promessa do Batismo com o Espírito Santo
- A promessa foi dada aos apóstolos por Jesus Cristo.  Lc 24:49;  At 1:8

- Atos 1.4-5  - "Não muito depois destes dias" - O batismo com o Espírito Santo aconteceria enquanto os apóstolos estavam esperando em Jerusalém.

      III.      O Batismo dos Judeus com o Espírito Santo - Atos 2.1-21

A.       Aconteceu no dia de Pentecostes (2.1).  O dia de Pentecostes era uma festa judaica, realizada 50 dias depois da Páscoa, para comemorar a colheita.  Era uma das três festas que todos os homens judeus tinham que freqüentar. (Dt 16.16 - "festa das semanas")

B.       Somente os apóstolos receberam o batismo com o Espírito Santo. - Atos 1.4-5, 11,26; 2.1, 7, 14, 15, 37, 43 -  Observação:   A reunião  dos  apóstolos (At 2)  aconteceu  vários   dias depois da reunião de cento e vinte pessoas,  quando Matias foi escolhido para preencher o lugar de Judas Iscariotes.  (Atos 1:15-26)

C.       As Características do batismo com o Espírito Santo em At 2

1.        Aconteceu de repente  -   Atos 2.2   -   Deus escolheu a hora, a maneira e as pessoas, independente da vontade humana.

2.        Foi acompanhado pelo dom de línguas   -  Atos 2.4  -   Essas  línguas  eram  idiomas humanos (At 2.6, 8, 11).  Os  12  apóstolos  receberam a capacidade de falar idiomas que não aprenderam antes, para evangelizar os judeus estrangeiros (2.11) e para servir como sinal da presença do Espírito Santo (2.4).

D.      Os Propósitos desse batismo com o Espírito Santo
1.  Anunciar a chegada do reino de Deus aos judeus - Atos 1.6-8

2. Cumprir a profecia de Joel - Atos 2.16-21  (Joel 2.28-32)

a.        Joel profetizou que o Espírito Santo seria derramado "sobre toda a carne" (2.17).  Porém, no dia de Pentecoste (At 2) somente representantes dos judeus receberam o batismo com o Espírito Santo.  Então, para completar a profecia, foi necessário que os gentios o recebessem também.

b.       A profecia de Joel certamente incluía o recebimento da presença interior do Espírito e os dons milagrosos que o Espírito distribuiu.

c.        A linguagem em Atos 2.19-20 é simbólica dizendo que Deus faria grandes sinais.

    IV.      O Batismo dos Gentios com o Espírito Santo - Atos 10:1-48;  11:1-18

A.       Atos 10.1-8 - Deus ouviu as orações do centurião Cornélio. Cornélio era um soldado e gentio.    Naquela época o mundo era dividido em duas partes:  judeus  e gentios.  Um gentio era simplesmente  qualquer pessoa que não fosse judeu.    Sob a Antiga Lei, era proibido um judeu associar-se com um gentio (At 10.28).

B.       Atos 10.9-16 - Deus revelou a Sua vontade a Pedro através de uma visão.

C.       Atos 10.17-43 - Pedro visitou Cornélio em obediência às instruções do Espírito.  Mesmo perplexo, Pedro acompanhou os mensageiros até a casa de Cornélio.  Pedro reconheceu o fato de que Deus não faz acepção de pessoas e que aceita os gentios também (10.28, 34-35).

D.      Atos 10.44-48 - Cornélio e a sua família foram batizados com o Espírito Santo.

1.        Aconteceu de repente (10.44). -  Esse batismo com o Espírito Santo  (11.16)  foi de repente,   inesperado e com poder.  Como  no dia de  Pentecostes, novamente Deus escolheu a hora, a maneira, e as pessoas, independente da vontade humana (2.2).

2.        Foi acompanhado pelo dom de línguas (10.46).

E.       Atos 10.47 - Cornélio e a sua família foram batizados em água.

1.        Se Deus não tivesse batizado Cornélio e a família dele com o Espírito Santo, Pedro nunca os teria batizado com água.

2.        O batismo em água foi acompanhado pela remissão dos pecados e o dom (a presença interior) do Espírito Santo (At 2.38).

3.        A salvação não veio pelo batismo com o Espírito Santo, mas pela obediência às palavras do evangelho - 11.14.

F.       Atos 11.1-18 - Pedro teve que se defender perante a igreja em Jerusalém.

1.        Pedro ficou surpreso porque ninguém mais, além dos apóstolos no dia de Pentecostes, vários anos antes, havia recebido o batismo com o Espírito Santo (11.15).

2.        Os  irmãos  em  Jerusalém  aceitaram  o fato  que  através  desse  sinal,  Deus também aceitou os gentios no reino dEle (11.18).

      V.      Conclusão

A.       O batismo com o Espírito Santo foi dado para anunciar a chegada do reino de Deus e para cumprir a profecia de Joel, que  "toda a carne" receberia o Espírito Santo.  Representantes dos judeus receberam o Espírito Santo no dia de Pentecostes (At 2),   e representantes dos gentios o receberam na casa de Cornélio (At 10).

B.       Com o propósito desse batismo cumprido,  e  desde  que  não  temos  evidência  de  outras pessoas que o receberam no Novo Testamento,  concluímos que o batismo com o Espírito Santo cessou depois de Atos 10.48.   (Efésios 4.5)

 

Aula 3 -    DONS MILAGROSOS DO ESPÍRITO SANTO

          I.      Quais eram os dons milagrosos do Espírito Santo? - 1 Coríntios 12.7-10;
(1 Co 12.28-30;  Rm 12.6-8;  Ef 4.11)  -  Alguns  destes  dons  são  milagrosos  e  outros possivelmente não.

        II.      Como foram transmitidos os dons milagrosos do Espírito Santo?

A.       Atos 2.43; 5.12  -  No início da igreja, somente os apóstolos fizeram milagres.  (At 2-6)

B.       Atos 6.1-7 - Foram escolhidos sete homens para servir a igreja.  Os apóstolos impuseram as mãos sobre eles (6.6).

C.       Atos 6.8  -  Estêvão,  um  dos  sete  homens cheio do Espírito Santo (6.3),  foi o primeiro cristão, não-apóstolo, a fazer milagres.  Por que Estêvão podia fazer milagres?

D.      Atos 8.1-19 - Filipe foi o segundo cristão, não-apóstolo, a fazer milagres.

1.        Filipe operava sinais em Samaria (8.6).  Ele também era um dos sete que receberam a imposição das mãos dos apóstolos (6.5-6).

2.        " …iam  sendo  batizados"  (8.12-13)  -  Muitos  creram  e  foram batizados, inclusive Simão,  o mágico.   No  batismo  nas  águas,  todos  receberam  a  presença interior do Espírito Santo.  (At 2.38; 5.32)

3.        "Enviaram-lhe  Pedro e  João …  para  que  recebessem  o  Espírito Santo"   (8.14-15) – Mesmo  sendo um homem cheio do Espírito (6.3)  e  com o poder  de fazer milagres (8.6) , Filipe não podia transmitir estes dons milagrosos aos outros.   Foi  necessário a presença dos apóstolos, Pedro e João, para que essa transmissão pudesse ocorrer.

4.        "Vendo, porém, Simão que, pelo fato de imporem os apóstolos as mãos era concedido o Espírito Santo ofereceu-lhes dinheiro, propondo: Concedei-me também a mim este poder,  para  que  aquele sobre  quem  eu impuser as mãos,  receba o Espírito Santo." (8.18-19)  -   Somente os apóstolos tinham o poder de transmitir dons milagrosos do Espírito Santo aos outros.

Observação: Paulo também tinha o poder de transmitir os dons milagrosos aos outros (At 19.6; Rm 1.11; 2 Tm 1.6), sendo que ele foi escolhido especialmente por Jesus para o ministério apostólico (Gl 1.1; 2 Co 12.11-12).

      III.      Existem hoje em dia os dons milagrosos do Espírito Santo?

A.       1 Coríntios 13.8-13  -   O  cessar  dos  dons  milagrosos  foi  planejado.    ("Ciência" =
"a palavra do conhecimento" - 1 Co 12.8)

1.        Paulo disse que os dons milagrosos cessariam. (13.8)

2.        Esta conclusão é confirmada na ilustração de crescimento físico (13.11):

a.        "Quando eu era menino"  -  Os  dons  milagrosos  foram  dados  à  igreja,  na   sua infância, para revelar oralmente a vontade de Deus e para inspirar os escritores do Novo Testamento.

b.       "Quando cheguei a ser homem" - A igreja adulta, depois de receber a palavra escrita, não precisava mais dos dons milagrosos.

B.       Marcos 16.17-20 - Jesus não prometeu os dons milagrosos para todos os que crêem.

1.        Marcos 16.17 - Esta passagem não diz que "estes sinais serão feitos pelos que crêem", mas diz que, "estes sinais hão de acompanhar aqueles que crêem".

2.        1 Coríntios 12.29-30 - Nem todos os cristãos receberam os dons milagrosos.

3.        Marcos 16.20  -  Os  sinais  acompanharam  os primeiros cristãos somente através dos milagres feitos pelos apóstolos, e pelos que receberam a imposição das mãos dos apóstolos.

4.        Podemos  dizer  que  estes sinais ainda acompanham os cristãos de hoje, mas somente através dos relatos escritos sobre eles no Novo Testamento.

C.       Conclusão:  Quando  todos  os  apóstolos  e  as  pessoas que receberam a imposição das mãos deles morreram,  os dons milagrosos do Espírito Santo cessaram.  Uma comparação entre os dons milagrosos no Novo Testamento e "os dons"  (especialmente os de línguas e de curas)  nas religiões atuais,  mostra que não são os mesmos dons.   Os dons milagrosos no Novo Testamento eram diferentes e muito superiores.

    IV.      Qual era o propósito dos dons milagrosos do Espírito Santo?

A.       Marcos 16.20 - Para confirmar a palavra. (At 14.3; Hb 2.3-4)

B.       João 20.28-31 - Hoje em dia a palavra escrita é suficiente, e não precisamos mais dos sinais.  O propósito dos dons já foi cumprido.

      V.      Deus ainda faz milagres hoje em dia? - Tiago 5.15-16

Claro que sim!  Um exemplo deste fato é que Deus responde às orações dos fiéis e cura os doentes.  Porém, os dons milagrosos do Espírito Santo cessaram no primeiro século.

    VI.      As Aplicações

A.       Somente os apóstolos tinham o poder de transmitir dons milagrosos.

B.       Os dons milagrosos cessaram quando os apóstolos e as pessoas que receberam a imposição das mãos dos apóstolos morreram.

Os  dons  milagrosos  do  Espírito  Santo  no  Novo  Testamento  eram  provisórios para confirmar a palavra  e  não  existem  mais  hoje  em  dia.  Não  devemos  buscar sinais milagrosos, mas devemos procurar a vontade de Deus para conosco na palavra dEle.

RELATED MEDIA
See the rest →
Get this media plus thousands more when you start a free trial.
Get started for FREE
RELATED SERMONS
See the rest →